[ editar artigo]

Mecanismos fisiopatológicos pós infarto são descritos e poderão ser usados em novas abordagens terapêuticas

Mecanismos fisiopatológicos pós infarto são descritos e poderão ser usados em novas abordagens terapêuticas

Publicado no Journal of Clinical Investigation o estudo norte americano identificou a resposta imune e o papel do sistema linfático no processo de reparo cardíaco após um ataque cardíaco

Segundo os autores, células imunes como macrófagos migram rapidamente para o coração após um ataque cardíaco, para degradar o tecido danificado ou morto e induzir o fator de crescimento endotelial vascular C, que desencadeia a formação de novos vasos linfáticos. Esses conhecimentos sobre os mecanismos básicos de reparo cardíaco podem ser usados para o desenvolvimento de novas abordagens terapêuticas para preservar a função cardíaca.

Além disso, os autores explicam no artigo que, a consequência na forma de insuficiência cardíaca proveniente do acidente cardiovascular ocorre em parte porque alguns macrófagos que chegam ao local do dano são pró-inflamatórios e não induzem ao fator de crescimento endotelial.

Como desmembramento do estudo, os autores desejam entender mais sobre a progressão para insuficiência cardíaca após um ataque cardíaco, para intervir precocemente, impedindo o remodelamento cardíaco e permitindo a preservação da função cardíaca. 

Artigos relacionados 

Substância sintetizada atua seletivamente em tecidos isquêmicos e pode ser usada fora do ambiente hospitalar

Infecções por COVID-19 aumentam o risco de doenças cardíacas até um ano depois

Dor torácica: como identificar e tratar os casos potencialmente fatais?

Referência

Kristofor E. Glinton et al, VEGFC produzido por macrófagos é induzido por eferocitose para melhorar a lesão e a inflamação cardíacas, Journal of Clinical Investigation (2022). DOI: 10.1172/JCI140685

Academia Médica
O que a faculdade esquece de falar!
O que a faculdade esquece de falar! Seguir

Página da redação da Academia Médica para divulgar atualizações pertinentes aos médicos, acadêmicos de medicina e profissionais de saúde.

Ler conteúdo completo
Indicados para você