[ editar artigo]

Medicina da maneira que deve ser feita - Baseada em evidências

Medicina da maneira que deve ser feita - Baseada em evidências

Todo tratamento é 100% benéfico sem nenhum risco para o paciente, existindo apenas cenários ideais e nitidamente fáceis de serem aplicados em prol do benefício do paciente. Será?

Tanto eu quanto você sabemos que não é bem assim, o que acontece no dia a dia da medicina é um eterno balanço entre os prós e os contras de um tratamento ou de uma intervenção clínica / cirúrgica.

Portanto, nesse texto, abordaremos um artigo intitulado "Guia do Usuário para a análise da decisão médica", publicado na Mayo Clinic Proceedings no dia 03 de julho de 2021.

 

Porque é importante abordar esse tema? 

A pandemia evidenciou a maneira que muitos profissionais pensam e se posicionam no que envolve atualização científica e uso da medicina baseada em evidências, muitas vezes estando fixos em estudos pertinentes num espaço de tempo atrasado em anos ou décadas. Deixando a desejar no quesito evidências, podendo gerar mais prejuízos ao paciente do que ajudá-lo.

Portanto, se debruçar sobre a melhor maneira de fazer uma decisão médica em prol do paciente baseada em evidências científicas é uma obrigação de qualquer profissional da área da saúde.

 

O que é uma análise de decisão?

Trata-se de um método analítico que torna o processo de decisão mais explícito, reprodutível e baseado em evidências. 

Estudar sobre isso permite treinar o olhar dos(as) profissionais, uma vez que, mesmo grandes estudos clínicos podem apresentar vieses e estar mascarando efeitos adversos caso seja mal conduzido.

Em muitos casos o profissional acaba por realizar a análise e a decisão a partir da heurística. Levando a inferências errôneas na maioria das vezes.

 

Como fazer a decisão clínica baseada em análise?

3 pilares a guiam, são eles:

  • Os resultados são válidos?

  • Quais são os resultados?

  • De que maneira aplico o resultado ao meu paciente?

Com isso, é possível utilizar o modelo de decisão clínica chamado árvores de nós e ramos.

Para ilustrar e contextualizar o assunto os autores trouxeram um caso clínico diga-se de passagem não convencional e detalharam o passo a passo baseado nesse caso clínico elencado.

 

Outros artigos relacionados com o tema:

A Medicina Baseada em Evidências em Tempos de Cloroquina

Medicina baseada em evidência ou consenso?

Medicina Baseada em evidências com foco no indivíduo

 

Para acessar o artigo na íntegra, é só clicar aqui.

 


Escrito por Yan Kubiak Canquerino - Colaborador da Academia Médica


 

Referência

https://doi.org/10.1016/j.mayocp.2021.02.003. Acesso em: 06/07/2021.

Academia Médica
O que a faculdade esquece de falar!
O que a faculdade esquece de falar! Seguir

Página da redação da Academia Médica para divulgar atualizações pertinentes aos médicos, acadêmicos de medicina e profissionais de saúde.

Ler conteúdo completo
Indicados para você