[ editar artigo]

Médico humorista conta histórias engraçadas dos bastidores dos hospitais

Médico humorista conta histórias engraçadas dos bastidores dos hospitais

Romper com a ideia da maioria das pessoas de que o hospital é um lugar de dor e sofrimento. Esse é o objetivo do médico e humorista nordestino Vinícius Augusto. Quando não está em atividade nas duas UTIs adulto em que atua - nos municípios de Paulista e Moreno, em Pernambuco – ele se dedica a um espetáculo de stand-up onde mostra, de maneira bem humorada, conversas e assuntos que fazem parte do cotidiano de quem trabalha em ambientes hospitalares.

Vinícius se formou em Medicina no final de 2019, pela Universidade de Pernambuco (UPE). Foi nos hospitais que, além de se aperfeiçoar como profissional de saúde, ele descobriu sua vocação de fazer rir. “Eu ia para os plantões sempre pensando em como deixá-los mais leves. Brincava com os pacientes e colegas de trabalho, contava causos engraçados, compunha músicas e inventava piadas. Comecei a anotar conversas e situações divertidas que presenciava e, a partir disso, tive a ideia de criar um show de humor”, conta.

O espetáculo estreou no Teatro Boa Vista, em Recife, no último mês de maio. Logo na primeira apresentação, contou com público de quatrocentas pessoas, a maioria profissionais da saúde, demais trabalhadores de hospitais e familiares. Além do teatro, também é apresentado em estabelecimentos de saúde e auditórios de instituições de ensino. Em breve, deve ser levado para os estados da Bahia, Rio de Janeiro e Minas Gerais.

“O público se diverte muito durante o show. Os profissionais de saúde se identificam com o que é apresentado e se reconhecem nas situações narradas. Porém, mesmo quem não é médico e trabalha em hospitais consegue se divertir. A maioria das piadas que conto são de entendimento geral. Afinal, todo mundo já precisou de atendimento médico e visitou uma instituição de saúde alguma vez na vida”, comenta.

Vinícius lembra que o humor o ajudou muito durante os períodos mais críticos da pandemia, quando atuou em uma UTI Covid com oitenta leitos, muitas vezes completamente lotados. “O ambiente era extremamente pesado. O momento era de muita tensão e os profissionais estavam bastante cansados. Mesmo diante de tudo isso, eu tentava levar alegria, arrancar um sorriso e fazer com que as pessoas se sentissem um pouco mais relaxadas”

Vinícius faz sucesso também no Instagram (@viniaugus), onde tem aproximadamente 16.600 seguidores. Na rede social, o médico tem publicados cerca de sessenta vídeos. Cada um deles tem entre 15 mil e 120 mil visualizações.

Leia também: 

Mesmo sem ter apneia do sono, quem ronca com frequência pode ser menos ativo fisicamente

Cientistas estudam mutação de gene TCF4 e tentam criar tratamento para Síndrome de Pitt Hopkins

Testes buscam avaliar capacidade dos cães em detectar câncer de mama

Academia Médica
O que a faculdade esquece de falar!
O que a faculdade esquece de falar! Seguir

Página da redação da Academia Médica para divulgar atualizações pertinentes aos médicos, acadêmicos de medicina e profissionais de saúde.

Ler conteúdo completo
Indicados para você