[ editar artigo]

Plataforma conecta bancos de sangue a doadores e combate o desperdício

Plataforma conecta bancos de sangue a doadores e combate o desperdício

No mês de junho, mais especificamente no dia 14, é comemorado o Dia Mundial do Doador de Sangue. Nessa data, muitas campanhas são feitas para incentivar as pessoas a visitarem os bancos de sangue e se cadastrarem. Porém, a ausência de uma grande quantidade de doadores não é o único problema enfrentado pelos locais. Em todo o Brasil, eles convivem também com o desperdício constante de parte do material coletado.

Ciente do problema, a plataforma Salvo Vidas vem trabalhando para combatê-lo. Lançada em 2016, ela cadastra doadores e os avisa quando os bancos de sangue de suas regiões estão precisando especificamente de seus tipos sanguíneos. Atualmente, são cerca de 38 mil pessoas cadastradas. Em todo território nacional, setenta bancos de sangue são atendidos.

Segundo o fundador e CEO da Salvo Vidas, Rafael Oki, o desperdício de bolsas de sangue varia de um banco para outro, mas no geral tem uma variação de 1% a 10% de tudo o que é arrecadado. Uma das principais causas é o vencimento dos hemocomponentes que são separados.

“As hemáceas, por exemplo, duram de 35 a 42 dias. As plaquetas duram no máximo sete, sendo geralmente usadas apenas até o quinto dia após a coleta. Por isso, se determinado tipo de sangue é arrecadado e não existe demanda para ele, inevitavelmente acontece o descarte por vencimento do prazo de validade”, explica Rafael. “A solução é as pessoas fazerem a doação apenas quando existe a necessidade por seu tipo sanguíneo. É nisso que a Salvo Vidas se propõe a ajudar”.

O desperdício também ocorre por sorologia positiva para agentes infecciosos, sendo os principais deles as hepatites B e C, sífilis, HIV, Doença de Chagas e malária. Já o custo de captação de uma bolsa, que está diretamente associado ao custo de processamento do que é coletado, pode variar de R$ 400,00 a R$ 1800,00.

Quem pode doar

Para doar sangue, a pessoa deve ter entre 16 e 69 anos de idade e pesar no mínimo 51 quilos. No dia da doação, deve estar bem alimentada (evitando alimentos muito gordurosos nas horas anteriores), hidratada e descansada. Para se cadastrar na Salvo Vidas e saber quando há demanda por determinado tipo sanguíneo, basta acessar o endereço www.salvovidas.com.

Leia também: 

História e importância do SUS

Aplicativo mostra ser eficaz contra ideação suicida entre jovens

Pesquisadores tentam entender aspectos sexuais da disseminação da varíola dos macacos

Academia Médica
O que a faculdade esquece de falar!
O que a faculdade esquece de falar! Seguir

Página da redação da Academia Médica para divulgar atualizações pertinentes aos médicos, acadêmicos de medicina e profissionais de saúde.

Ler conteúdo completo
Indicados para você