Academia Médica
Academia Médica
Você procura por
  • em Publicações
  • em Grupos
  • em Usuários
VOLTAR

Trabalho em equipe e satisfação no trabalho: Uma lente para a melhoria da saúde pública

Trabalho em equipe e satisfação no trabalho: Uma lente para a melhoria da saúde pública
Academia Médica
jun. 28 - 3 min de leitura
000


Na dinâmica e desafiadora realidade da saúde, há alguns aspectos que se destacam quando pensamos em melhorar a qualidade do atendimento e a segurança do paciente: a colaboração interprofissional, a eficácia do trabalho em equipe e um componente pouco abordado, no entanto, essencial, a segurança psicológica.

Estes elementos, conforme destaca a Organização Mundial da Saúde (OMS), são cruciais para aumentar a qualidade do cuidado em saúde. Mas como essas peças se encaixam e por que são tão importantes?

No estudo publicado na Revista de Saúde Pública por Peduzzi et al. (2022), a correlação entre o ambiente de trabalho em equipe e a satisfação profissional foi investigada, com foco nas Equipes de Saúde da Família (ESF) nas Unidades Básicas de Saúde (UBS) em São Paulo. O estudo revelou que o clima da equipe, entendido como a percepção compartilhada das políticas, práticas e procedimentos de saúde, tem um impacto direto e significativo na satisfação dos profissionais de saúde. Profissionais satisfeitos e apoiados são menos propensos a experimentar burnout, mais propensos a se manter em seus postos e mais capazes de oferecer cuidados de alta qualidade aos pacientes.

No entanto, além de um ambiente de trabalho positivo, outro componente crucial para o sucesso das equipes de saúde, é a segurança psicológica, um assunto já publicado anteriormente no site da Academia Médica. Esse ambiente de abertura e confiança é crucial para estimular o aprendizado coletivo, a inovação e a melhoria do desempenho da equipe. 

A criação de um ambiente de trabalho que promova tanto um clima de equipe positivo quanto a segurança psicológica deve ser uma prioridade para as instituições de saúde. Com a combinação desses elementos, podemos melhorar a satisfação profissional, reduzir a rotatividade e os casos de burnout, e, em última análise, aprimorar a segurança e o cuidado do paciente.

Em última análise, o estudo de Peduzzi et al. (2022) juntamente com as perspectivas sobre segurança psicológica, nos conduzem à conclusão de que investir em equipes de saúde que são não só satisfeitas e eficientes, mas também psicologicamente seguras, equivale a investir em um sistema de saúde de alta qualidade. Nesse sentido, a ênfase deve ser colocada na promoção do trabalho em equipe, na criação de um clima de equipe positivo e no fortalecimento da segurança psicológica, a fim de alcançar melhorias contínuas no atendimento à saúde.



Leia também: 


Referências: 

  • Peduzzi, M., Agreli, H. L. F., Espinoza, P., Koyama, M. A. H., Meireles, E., Baptista, P. C. P., & West, M. (2022). Relações entre clima de equipe e satisfação no trabalho na Estratégia Saúde da Família. Revista de Saúde Pública, 55

Denunciar publicação
    000

    Indicados para você