Academia Médica
Academia Médica
Você procura por
  • em Publicações
  • em Grupos
  • em Usuários
VOLTAR

Vacina contra Covid-19 inalada pela boca é lançada como dose de reforço na China

Vacina contra Covid-19 inalada pela boca é lançada como dose de reforço na China
Academia Médica
out. 26 - 2 min de leitura
000

Uma vacina inalável contra a Covid-19 começou a ser administrada gratuitamente como dose de reforço em Xangai, na China, segundo informações publicadas no site Medical Xpress. O imunizante, que quando acionado forma uma espécie de névoa, é aspirado pela boca.

De acordo com informações propagas anteriormente por cientistas que trabalham com vacinas inaláveis, a não necessidade de agulhas pode contribuir para que mais pessoas se tornem adeptas de programas de imunizações.

No caso da Covid-19, existe a possibilidade de que uma vacina tomada pela boca evite que o vírus Sars-Cov-2 atinja outras partes do sistema respiratório, dependendo do tamanho das gotículas.  Porém, por enquanto, tudo não passa de suposições, havendo necessidade de maiores pesquisas e estudos sobre o assunto.

Conforme a empresa biofarmacêutica chinesa Cansino Biologics Inc, responsável pela vacina inalável de Xangai, a mesma teria concluído testes clínicos na China, Hungria, Paquistão, Malásia, Argentina e México.

Recentemente, na Índia, foi aprovada uma vacina nasal contra Covid-19 fabricada nos Estados Unidos. A Organização Mundial da Saúde (OMS) informa que pelo menos uma dúzia de vacinas nasais estão sendo testadas no mundo.

Com informações de Medical Xpress.

Leia também:

Vacina da Moderna contra a Covid-19 é considerada segura para crianças pequenas

Terapia derivada de proteína de banana pode ser eficaz no combate à Covid-19

Covid-19! Nova subvariante da ômicron evita anticorpos neutralizantes e pode resultar em aumento de infecções

Ansiedade, depressão e estresse podem estar no cerne do desenvolvimento de Covid longa

Anticoagulante Apixaban é capaz de inibir a replicação do Sars-CoV-2

Crianças infectadas pelo SARS-CoV-2 são mais propensas a desenvolver diabetes tipo 1

Idosos têm mais riscos de desenvolver Alzheimer após infecção por Covid-19




Denunciar publicação
    000

    Indicados para você