[ editar artigo]

Coronavac: estudo revela 69% de eficácia da vacina contra internação em crianças de 3 a 5 anos

Coronavac: estudo revela 69% de eficácia da vacina contra internação em crianças de 3 a 5 anos

A vacinação infantil contra a COVID-19 é um desafio a ser vencido, já que, por enquanto, somente crianças da faixa etária de 3 a 5 anos foram incluídas no Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação contra a COVID-19 pelo Ministério da Saúde. A necessidade de realização de mais testes sobre a eficácia dos imunizantes é um dos motivos para esse atraso.

Leia também: Ministério da Saúde oficializa inclusão de crianças de 5 a 11 anos na vacinação contra COVID-19

Há fortes expectativas para a liberação da Coronavac no caso das crianças menores. Na última terça-feira (22), a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) se reuniu com especialistas da área da saúde para avaliar o pedido do Instituto Butatan referente ao uso da vacina nesta faixa etária.

A cautela existe porque, estudos científicos sobre os efeitos e a eficácia da vacina estão em andamento, mas, ao que tudo indica, há resultados animadores: o uso de coronavac tem eficácia de 69% contra a internação de crianças entre 3 e 5 anos infectadas com COVID-19, de acordo com cientistas chilenos. 

A pesquisa foi realizada com mais de 500 mil crianças com esta faixa etária que receberam o imunizante durante o surto da variante ômicron, no Chile. Os cientistas concluíram que a vacina previne 69% dos casos de internação em UTI, além de evitar 64,6% das hospitalizações pela doença e 38,2% das infecções causadas pelo vírus.

As crianças que participaram da pesquisa tomaram duas doses da vacina com um intervalo de 28 dias. O estudo foi publicado na plataforma Research Square e ainda aguarda revisão por pares.

Os cientistas destacaram que existem limitações nas pesquisas em andamento porque nem todas as crianças foram vacinadas e ainda faltam dados disponíveis sobre a imunização das crianças. Entretanto, esses resultados são muito positivos e justificam a importância da ampliação da vacinação infantil por faixa etária, conforme explicou o presidente do Butantan, Dilmas Covas, em entrevista coletiva recente:

“Comparada com a outra vacina para esse público infantil, é uma eficácia contra a infecção de mais de 32% e contra internação acima de 65%, isso já contra a variante ômicron. A outra vacina [disponível para crianças], contra a variante ômicron, apresenta números inferiores a esse. Então foi um resultado muito positivo e que serviu de base para a apresentação do pedido à Anvisa para a liberação da vacina para essa faixa etária”. (Dilmas Covas, presidente do Instituto Butantan)

Em nota, a Anvisa afirmou que os dados e resultados apresentados pelo Butantan estão em análise para garantir que a autorização da vacina para o público infantil ocorra dentro do “mais alto padrão de segurança possível”. Na última reunião, além dos técnicos da entidade, estiveram presentes membros  de algumas instituições de saúde importantes como Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP), Sociedade Brasileira de Infectologia (SBI), Sociedade Brasileira de Pneumologia e Tisiologia (SBPT), Sociedade Brasileira de Imunizações (SBIm), Hospital Albert Einstein e também da Associação Brasileira de Saúde Coletiva (Abrasco).

Artigos relacionados

 Vacina da Pfizer é segura e recomendada para crianças de 05 a 11 anos

• Pfizer/BioNTech solicita autorização para uso emergencial da vacina contra COVID-19 em crianças de 5 a 12 anos

Referências

  1.  ANVISA. Anvisa consulta especialistas sobre vacina para crianças de 3 a 5 anos. Disponível em: https://agenciabrasil.ebc.com.br/saude/noticia/2022-03/anvisa-consulta-especialistas-sobre-vacina-para-criancas-de-3-5-anos. Acesso em 24 de março de 2022.
  2.  INSTITUTO BUTANTAN. CoronaVac é 69% eficaz contra internação por Covid-19 de crianças de 3 a 5 anos, diz estudo chileno feito durante surto de ômicron. Disponível em: https://butantan.gov.br/noticias/coronavac-e-69-eficaz-contra-internacao-por-covid-19-de-criancas-de-3-a-5-anos-diz-estudo-chileno-feito-durante-surto-de-omicron?fbclid=IwAR13CYEXIBZsJrGRKVe2XfhSNQq9FkGk9qtYLKk1GCpRPFR9Kgg0P7wfEy4. Acesso em 24 de março de 2022.
  3.  ARAOS, Rafael et al. Effectiveness of CoronaVac in children 3 to 5 years during the omicron SARS-CoV-2 outbreak. 2022. Disponível em: https://www.researchsquare.com/article/rs-1440357/v1. Acesso em 24 de março de 2022.
  4. UNA-SUS. Ministério da Saúde inclui crianças de 5 a 11 anos na campanha de vacinação contra a Covid-19. Disponível em: https://www.unasus.gov.br/noticia/ministerio-da-saude-inclui-criancas-de-5-a-11-anos-na-campanha-de-vacinacao-contra-a-covid-19. Acesso em 24 de março de 2022.

 

 

Coronavirus | COVID-19

Academia Médica
O que a faculdade esquece de falar!
O que a faculdade esquece de falar! Seguir

Página da redação da Academia Médica para divulgar atualizações pertinentes aos médicos, acadêmicos de medicina e profissionais de saúde.

Ler conteúdo completo
Indicados para você