{{ warning.message }} Ver detalhes
Post
Link
Pergunta
Brasileiros MD - Professor Daniel Egg
[editar artigo]

Brasileiros MD - Professor Daniel Egg

Brasileiros MD - Professor Daniel Egg

O Professor Daniel Egg

por João Carlos Simões

A história do Hospital Universitário Evangélico de Curitiba e da Faculdade Evangélica de Medicina do Paraná são inseparáveis da memória histórica  que representa o Dr. Daniel Egg.

Ele nasceu em Curitiba no dia 17 de março de 1918, filho de Carlos Egg e Estela Egg. Graduou-se em medicina pela Faculdade de Medicina da Universidade do Brasil em 1944. Voltando a Curitiba, foi assistente de Anatomia na UFPR de 1945 a 1966. Em viagem de estudo fez estágio de cirurgia nos Estados Unidos, sendo instrutor de anatomia na Universidade da Califórnia em 1957.

Quando da inauguração do Hospital Evangélico, em 5 de setembro de 1959, foi seu primeiro diretor e assim prosseguiu até a sua morte em 31 de janeiro de 1988. Desde a inauguração o hospital já possuía um corpo de acadêmicos  que residiam no Hospital ainda em obras e que participavam de atividades no centro cirúrgico e nas enfermarias de indigentes.

Particularmente, entrei como acadêmico do Hospital em junho de 1967, oportunidade em que conheci o dr. Daniel Egg. Num desses encontros, conversando comigo, dizia que eu precisava  aprender uma coisa da prática médica por dia – no final de um  ano – seriam 365 coisas novas da medicina que teria aprendido! Sendo assim, tudo que aprendi e deixei de aprender devo ao Hospital  Evangélico de Curitiba!

No primeiro editorial do Boletim do HUEC, publicado em janeiro de 1960, referiu o seu sonho de constituir ali   uma verdadeira escola. E, assim, se revelou um visionário obstinado e verdadeiro: “   Abriu o Hospital suas portas no dia 5 de setembro de 1959, funcionado parcialmente e pondo em atividade 35 dos seus 120 lietos, onde 75% serão para os indigentes. É intenção do Hospital, transformá-lo numa verdadeira Escola, abrindo assim mais um campo para os médicos e acadêmicos de nossa terra, iniciando o mais breve possível reuniões científicas, aulas, cursos de enfermagem e medicina de urgência com  a publicação de tudo o que se fizer através de um boletim trimestral, do qual este é o primeiro número.”

A fundação da Faculdade Evangélica de Medicina do Paraná (FEMPAR) acabou se concretizando em 1968, com o apoio de vários médicos da instituição, professores, políticos e da  SEB. O Dr. Daniel Egg foi o diretor da FEMPAR até a sua morte.

Em 2 de Janeiro de 1969 iniciaram-se  as aulas para 45 estudantes, excedentes do vestibular de 1967 da UFPR, que não haviam

conseguido  vagas. A aula inaugural foi proferida pelo governador Paulo Pimentel no dia 9 de Janeiro de 1969.

Em 1971 teve início a ampliação do Hospital com a construção de um pentágono de 5 andares sobre o edifício primeiro que lembrava uma estrela – aliás, tinha o nome de “ estrela da saúde” na época da sua inauguração.

Em 20 de março de 1962 faz um relatório no qual fala da instalação de uma ala para atendimento de queimados, com a colaboração da secretária de Saúde – Serviço esse que se tornaria em referência no sul do País.

A residência médica do Evangélico foi fundada em abril de 1975, também sob a inspiração do Dr. Daniel Egg.

O Pronto Socorro Municipal do Evangélico foi inaugurado em 1978 e, seu primeiro diretor, foi o Dr. Sérgio Brenner.

Estes são pequenos fragmentos da contribuição e legado que o professor Daniel Egg deixou nos seus mais de 30 anos de dedicação e trabalho no Hospital e na Faculdade de Medicina. Existem poucas imagens que o homenageiam na FEPAR – a única, eu mesmo fixei na parede do laboratório de experimental, na época que era professor titular de Técnica Operatória.

A sua imagem marcante de médico e professor de anatomia, com seu avental branco, impecável, onipresente, paira sobre os tijolos do hospital que ajudou a construir e a sua voz, séria e forte, aconchegante e acolhedora,  ecoa na antiga FEMPAR, ali na Princesa

Isabel.

daniel egg 1

Sua postura séria, severa às vezes, digna e ética são exemplos marcantes e ficarão nos corações dos médicos e professores do HUEC e do curso de Medicina da FEPAR para sempre.

João Carlos Simões é Médico graduado pela UFPR em 1972, foi acadêmico residente do HEC de 1967 a 1972, professor Titular do Curso de Medicina  Faculdade Evangélica desde 1974, médico do Corpo Clínico do Evangélico desde 1973, editor da Revista do Médico Residente.

Se você sabe de algum outro médico brasileiro que mereça a homenagem do Academia Médica, nos envie um texto com o resumo biográfico dessa personalidade ilustre. O objetivo do Academia Médica com o Brasileiros MD é inspirar e unir a classe médica através dos exemplos de ética e expertise que essas pessoas nos deixaram.

 

Fique informado sobre as novidades da comunidade
Cadastre-se aqui
Gostou desse artigo? Escreva o seu também!
Nova publicação

Artigos relacionados

Continue lendo!

Cadastre-se gratuitamente e tenha acesso
aos conteúdos exclusivos.

Entrar