[ editar artigo]

Diretriz para vacinação de pacientes com DII (Doenças Inflamatórias Intestinais)

Diretriz para vacinação de pacientes com DII (Doenças Inflamatórias Intestinais)

Pacientes com DII (Doença Inflamatória Intestinal) são mais propensos a terem complicações em algumas doenças evitáveis por vacinas. No entanto, alguns tratamentos para DII, por serem doenças autoimunes, consiste em terapia imunossupressora o que pode alterar a eficácia e a segurança da vacina. Por esse motivo, vacinas de vírus vivo apresentam certa peculiaridade e, tendo isso em vista, a Associação Canadense de Gastroenterologia publicou uma Diretriz prática para Imunizações em Pacientes com Doença Inflamatória Intestinal (DII), adultos e pediátricos. Você pode conferir o texto original clicando aqui.

Então quais vacinas são permitidas para esse grupo de pacientes?

Segundo a Associação Brasileira de Colite Ulcerativa e Doença de Crohn (ABCD), algumas vacinas têm o seu efeito prejudicado quando administradas em paciente imunossuprimido. De uma forma geral, podemos esquematizar o uso de vacinas da seguinte forma:

  • Tríplice (tétano, diferia e coqueluche) – SIM, uma dose a cada 10 anos
  • HPV – SIM, em três doses em mulheres abaixo dos 26 anos
  • Influenza – SIM, anualmente
  • Pneumococo – SIM, em geral, em dose única a partir dos 65 anos ou a cada cinco anos em idade inferior
  • Hepatites A e B – SIM, considerar em todos os pacientes
  • Meningococco – SIM, se houver risco local de exposição
  • MMR – NÃO
  • Varicela – Zoster – NÃO
  • Febre amarela – NÃO

Resultados do estudo canadense 

De modo geral, os pacientes devem receber a imunização com vírus vivo quando não estiverem usando terapia imunossupressora. Manter o estado de vacinação adequado em pacientes com DII é fundamental para otimizar os resultados dos pacientes. Estudos adicionais são necessários para avaliar a segurança e eficácia de vacinas vivas em pacientes em terapia imunossupressora.

 

Para saber mais sobre as DIIs, acesse à série de textos sobre o assunto: 

 

Referências

  1. Diretriz de Prática Clínica da Associação Canadense de Gastroenterologia para Imunizações em Pacientes com Doença Inflamatória Intestinal (DII) - Parte 1: Vacinas Vivas. DIRETRIZ DE PRÁTICA CLÍNICA | VOLUME 161, EDIÇÃO 2, P669-680.E0, Acesso aqui 
  2. Vacinas: como lidar com as vacinas em pacientes em uso de imunossupressores ou de biológicos? Associação Brasileira de Colite Ulcerativa e Doença de Crohn 
  3. https://www.abcd.org.br/blog/artigos/vacinas-como-lidar-com-as-vacinas-em-pacientes-em-uso-de-imunossupressores-ou-de-biologicos/

 

 

Academia Médica
Ler conteúdo completo
Indicados para você