Academia Médica
Academia Médica
Você procura por
  • em Publicações
  • em Grupos
  • em Usuários
VOLTAR

Ministério da Saúde quer fortalecer índices de vacinação em regiões de fronteira

Ministério da Saúde quer fortalecer índices de vacinação em regiões de fronteira
Academia Médica
set. 13 - 2 min de leitura
000

O Ministério da Saúde deve desenvolver, até o dia 16 de dezembro, uma série de ações para melhorar os índices de vacinação nos municípios brasileiros de fronteira. O objetivo é atualizar as cadernetas de imunização da população que vive nas regiões de fronteira das 33 cidades gêmeas brasileiras, demarcadas por fronteira seca ou fluvial com Argentina, Bolívia, Guiana, Guiana Francesa, Paraguai, Peru e Uruguai.

A população alvo corresponde a cerca de 1,34 milhão de pessoas residentes em dez estados: Acre (4 municípios), Amapá (1 município), Amazonas (1 município), Mato Grosso (1 município), Mato Grosso do Sul (7 municípios), Paraná (4 municípios), Rio Grande do Sul (11 municípios), Rondônia (1 município), Roraima (2 municípios) e Santa Catarina (1 município).

“O objetivo é melhorar os índices de cobertura vacinal nessas localidades e, com isso, evitar novos casos e a reintrodução de doenças imunopreveníveis em território nacional”, informa o Ministério.

Serão utilizados como indicadores de monitoramento e avaliação da estratégia as coberturas vacinais dos imunizantes: Vacinas Poliomielite; Tríplice Viral; Covid-19; Febre Amarela; Pentavalente; ePneumocócica-10.

Leia também: 

Caso de poliomielite é detectado nos Estados Unidos depois de 30 anos

Vacinas podem ter evitado quase 20 milhões de mortes por COVID-19 em todo o mundo

COVID-19: Eficácia da vacina diminui mais rapidamente para pacientes com câncer, segundo estudo

Miopericardite após a vacinação COVID-19 é rara, constata estudo internacional

Poliomelite no Brasil: risco do retorno da doença é alto, alerta Fiocruz



Denunciar publicação
    000

    Indicados para você