[ editar artigo]

Conitec recomenda contra a incorporação do REGN-COV no SUS

Conitec recomenda contra a incorporação do REGN-COV no SUS

Em 08 de dezembro de 2021, a Conitec (Comissão Nacional de Incorporação de Tecnologias no SUS) recomendou pela não incorporação das medicações casirivimabe + imdevimabe (nome comercial Regeneron - REGN-COV) para pacientes de alto risco infectados por SARS-CoV-2, durante a 7ª Reunião Extraordinária da Conitec.

Sabe-se que o REGN-COV pode reduzir em 70% (IC95% 52% - 83%) o risco de hospitalização por COVID-19. As pessoas que mais iriam se beneficiar da incorporação do medicamento no rol do SUS seriam aquelas com alto de risco de complicações para COVID-19, como imunossuprimidos.

Várias populações do mundo já tem acesso ao REGN-COV desde início de 2021, sendo que ele já foi aprovado para uso em 60 países. 

Autoridades discutem que, se bem empregado, ele pode economizar recursos do Sistema Único, uma vez que previne doença grave e hospitalização pela COVID-19. 

Referências:

7ª Reunião Extraordinária da Conitec. Disponível em http://conitec.gov.br/images/Reuniao_Conitec/2021/20211207_Pauta_Reuniao_Extraordinaria_PosReuniao.pdf

Siemieniuk R A, Bartoszko J J, Díaz Martinez J P, Kum E, Qasim A, Zeraatkar D et al. Antibody and cellular therapies for treatment of covid-19: a living systematic review and network meta-analysis BMJ 2021; 374 :n2231 doi:10.1136/bmj.n2231

Artigos relacionados:

 

Academia Médica
O que a faculdade esquece de falar!
O que a faculdade esquece de falar! Seguir

Página da redação da Academia Médica para divulgar atualizações pertinentes aos médicos, acadêmicos de medicina e profissionais de saúde.

Ler conteúdo completo
Indicados para você