[ editar artigo]

França detecta nova variante do Sars-Cov-2

França detecta nova variante do Sars-Cov-2

 

Uma nova cepa do Sars-Cov-2 foi descrita por pesquisadores do sul da França pelo Instituto Mediterrâneo de Infecção do Centro Hospitalar Universitário. A variante, denominada B.1.640.2 ou “IHU”, apresenta 46 mutações e 37 deleções, resultando em 30 substituições de aminoácidos e 12 deleções. Quatorze substituições de aminoácidos, incluindo N501Y e E484K, e 9 deleções estão localizadas na proteína “spike”, a qual o vírus utiliza para infectar as células humanas. A França já registrou 12 casos desta variante.

A nova variante foi descrita em artigo publicado na plataforma medRxiv em versão pré-print, ainda não revisada por pares, em 10 de dezembro de 2021. Os autores do estudo afirmam, no entanto, que a descoberta não é motivo para alarme, pois até agora a variante IHU não apresenta sinais de que seja mais perigosa que as outras cepas do vírus.

De acordo com a publicação, o primeiro paciente identificado foi um homem totalmente vacinado que havia retornado em novembro de uma viagem a Camarões, na África, apenas com sintomas respiratórios leves.

 

Referências:

Colson P, Delerce J, Burel E, Dahan J, Jouffret A, Fenollar F, et al. Emergence in Southern France of a new SARS-CoV-2 variant of probably Cameroonian origin harbouring both substitutions N501Y and E484K in the spike protein. medRxiv 2021:2021.12.24.21268174.

Artigos relacionados:

Academia Médica
O que a faculdade esquece de falar!
O que a faculdade esquece de falar! Seguir

Página da redação da Academia Médica para divulgar atualizações pertinentes aos médicos, acadêmicos de medicina e profissionais de saúde.

Ler conteúdo completo
Indicados para você