Academia Médica
Academia Médica
Você procura por
  • em Publicações
  • em Grupos
  • em Usuários
VOLTAR

O papel da nutrição em pacientes pediátricos oncológicos

O papel da nutrição em pacientes pediátricos oncológicos
Academia Médica
fev. 17 - 2 min de leitura
000

Crianças com câncer estão em alto risco de desnutrição devido à própria doença, à toxicidade das terapias as quais são submetidas e ao aumento de necessidades fisiológicas. Uma nutrição adequada durante e após o tratamento oncológico afeta a sobrevida e a qualidade de vida dos pequenos pacientes. O assunto foi tratado no artigo “Role of Nutrition in Pediatric Patients with Cancer”, presente na National Library of Medicine.

O estudo identifica que a desnutrição e a hiperglicemia são fatores de risco para o desenvolvimento de infecções e, consequentemente, a redução da sobrevida em pacientes oncopediátricos. A longo prazo, a saúde é prejudicada, ocasionando endocrinopatias, redução da massa óssea, síndrome metabólica, doenças cardiovasculares, obesidade e hipertensão. A desnutrição também pode comprometer o correto crescimento, puberdade, desenvolvimento e composição corporal da criança.

Além disso, a microbiota intestinal tem recebido maior atenção como contribuinte para a origem e progressão de algumas doenças, tendo um papel importante na patofisiologia do câncer. A quimioterapia causa toxicidade gastrointestinal, alterando a flora intestinal e causando disbiose, o que contribui para a desnutrição.

Estratégias nutricionais são necessárias para todas as crianças com diagnóstico de câncer, independentemente de seu estado nutricional inicial. Avaliações de rotina no início, durante e após o tratamento são essenciais para garantir que a criança apresente crescimento e desenvolvimento normais, possibilitando a identificação de má nutrição de forma precoce e reduzindo o risco de desnutrição.

Em relação à microbiota, o artigo científico destaca que é necessário mantê-la em equilíbrio para diminuir o risco de infecções, alterações imunológicas e também manter um melhor estado nutricional para a criança. Para esse fim, podem ser utilizados alimentos terapêuticos (RUTFs = ready-to-use therapeutic food) e probióticos. Os planos nutricionais devem sempre ser individualizados.

Referência:

Pedretti L, Massa S, Leardini D, Muratore E, Rahman S, Pession A, Esposito S, Masetti R. Role of Nutrition in Pediatric Patients with Cancer. Nutrients. 2023 Jan 30;15(3):710. doi: 10.3390/nu15030710. PMID: 36771416; PMCID: PMC9920596.

Leia também:






Denunciar publicação
    000

    Indicados para você