[ editar artigo]

Por que os médicos não são investidores?

Por que os médicos não são investidores?

Quando você pensa sobre os fatores que podem tornar mais provável que os médicos se tornem maus investidores, algumas crenças prejudiciais vêm à mente:

  • “Tenho que recuperar o tempo perdido”
  • “Eu sou mais inteligente do que todo mundo”
  • “Estou muito ocupado, você deveria fazer isso”

Vamos revisar um por um para entender a origem dessas crenças.

"Tenho que recuperar o tempo perdido"

É preciso muita educação e treinamento para se tornar um médico e, principalmente, um especialista. Isso leva muito tempo.

Incluindo a faculdade, levei 17 anos antes de receber meu primeiro salário como médico assistente.

Lembro-me dos primeiros anos de meu trabalho. Tive a sensação frenética de que precisava ganhar tanto dinheiro quanto pudesse, o mais rápido que pudesse, para recuperar o tempo perdido. Eu me esforcei para trabalhar mais horas, mas rapidamente me encontrei à beira do burnout.

Esse sentimento passou para o investimento e é um dos principais impulsionadores da minha decisão de fazer a transição do investimento em fundos de índice para o investimento em imóveis para locação.

Retornos maiores, retornos mais rápidos - agora. Se não for dirigido com cuidado, esse sentimento pode tornar os médicos o alvo perfeito para más escolhas de investimento e esquemas de enriquecimento rápido.

“Eu sou mais inteligente do que todo mundo.”

Essa é uma crença interessante porque, em muitos casos, é verdade. Como um todo, os médicos têm alguns dos QIs mais altos de várias profissões. Todo o processo para se tornar um médico é selecionado por altos níveis de inteligência e motivação.

A falácia é os médicos acreditarem que a "inteligência" fará de você automaticamente um bom investidor.

Um médico pode ser um especialista em reconhecer a diferença entre uma bolha cancerosa ou benigna em uma tomografia computadorizada. Mas reconhecer um grande estoque ou um grande investimento imobiliário? Não necessariamente.

"Estou muito ocupado; você deveria fazê-lo"

Finalmente, muitos médicos estão bastante ocupados. O médico médio trabalha cerca de 52 horas por semana . Com essas longas horas de trabalho, é bastante tentador transferir a gestão financeira para outras pessoas.

Embora certamente a grande maioria dos consultores financeiros seja bastante ética, certamente há alguns vendedores disfarçados de consultores. Com o tempo, altas taxas de administração e más escolhas de investimento podem afetar significativamente a capacidade do médico de acumular riqueza.

O que devemos fazer sobre isso?

Então, como podemos combater todas essas crenças que podem transformar os médicos em maus investidores? Eu tenho alguns pensamentos.

Em primeiro lugar, não entre em pânico. A maioria de nós está realmente começando atrás da bola quando se trata de acumulação de riqueza. Mas mesmo com uma pista mais curta, os médicos ganham dinheiro suficiente para compensar o tempo perdido. Com um plano financeiro bem elaborado, você pode atingir seus objetivos, sejam eles quais forem.

Em segundo lugar, seja humilde. Reconheça que o vasto conhecimento científico nem sempre se traduz em magia financeira. Reserve um tempo para se informar sobre qualquer área em que planeja investir. Por exemplo, só comecei a acelerar meu investimento imobiliário depois de fazer um curso formal de investimento imobiliário.

Finalmente, assuma o controle. Perceba que seu futuro financeiro é sua responsabilidade. Não transfira todos os detalhes para um consultor sem ter uma compreensão básica do que está acontecendo com seu dinheiro.

Conclusão

Então aí está. Espero que isso ajude você a entender por que muitos médicos são tão maus investidores. Se você estiver ouvindo algumas das crenças prejudiciais ecoando em sua mente, apenas repita comigo:

“Não entre em pânico. Seja humilde. Tome posse."

Esperançosamente, este mantra o ajudará a entrar no caminho do sucesso.

 


Quer escrever?

Publique seu artigo na Academia Médica e faça parte de uma comunidade crescente de mais de 215 mil médicos, acadêmicos, pesquisadores e profissionais da saúde. Clique no botão "NOVO POST" no alto da página!


Daniel Shin é urologista e publica no blog The Darwinian Doctor . Seu texto foi originalmente publicado aqui e foi traduzido e adaptado por Diego Arthur Castro Cabral.

Academia Médica
O que a faculdade esquece de falar!
O que a faculdade esquece de falar! Seguir

Página da redação da Academia Médica para divulgar atualizações pertinentes aos médicos, acadêmicos de medicina e profissionais de saúde.

Ler conteúdo completo
Indicados para você