Academia Médica
Academia Médica
Você procura por
  • em Publicações
  • em Grupos
  • em Usuários

Usuários de lentes de contato reutilizáveis têm mais chances de desenvolver infecção ocular rara

Usuários de lentes de contato reutilizáveis têm mais chances de desenvolver infecção ocular rara
Academia Médica
set. 23 - 2 min de leitura
000


Pessoas que usam lentes de contato reutilizáveis ou de uso contínuo (por vários dias ou meses) são quase quatro vezes mais propensas a desenvolver ceratite por Acanthamoeba do que aquelas que usam lentes descartáveis diárias. O problema é caracterizado por uma infecção ocular rara que resulta em inflamação da córnea e ameaça a visão.

Estudo sobre o assunto, publicado na revista Ophthalmology, foi desenvolvido por pesquisadores da University College London e Moorfields Eye Hospital. Segundo o autor principal, o professor de oftalmologia John Dart, as lentes reutilizáveis são a principal causa de ceratite microbiana em pacientes com olhos saudáveis em países do norte global. A perda de visão pelo problema é rara, mas é considerada uma das mais graves dentro da oftalmologia.

Até 90% dos casos de ceratite por Acanthamoeba estão associados a riscos evitáveis. Segundo a pesquisa, a doença faz com que a córnea fique dolorida e inflamada. Os pacientes mais gravemente afetados (um quarto do total) acabam com menos de 25% de visão ou ficam cegos após a doença, enfrentando tratamento prolongado. No geral, 25% das pessoas afetadas precisam de transplantes de córnea para restaurar a visão.

Tomar banho com as lentes e usá-las durante a noite também são considerados fatores de risco para a ceratite.  Em todo o mundo, cerca de 300 milhões de pessoas usam lentes de contato. Os autores da pesquisa defendem que os fabricantes dos produtos acrescentem nas embalagens informações relativas à segurança de uso e prevenção de riscos. Eles dizem que medidas de higiene básicas, como lavar e secar bem as mão antes de colocar as lentes, podem ajudar bastante a evitar infecções.

Referência

Nicole Carnt et al, TEMPORARY REMOVAL: Acanthamoeba keratitis risk factors for daily wear contact lens users: a case control study, Ophthalmology (2022). DOI: 10.1016/j.ophtha.2022.08.002

Leia também

Colírios a base de esterol são testados para tratamento da catarata

No futuro, lente com nanoagulhas pode ser a nova forma de aplicação de medicação ocular

Desafios dos oftalmologistas e do negócio oftalmologia no Brasil

Regressão de neoplasia escamosa da superfície ocular, uso tópico de interferon e tamanho inicial do tumor

Retinoblastoma: oftalmologistas alertam sobre a saúde ocular das crianças




Denunciar publicação
    000

    Indicados para você