[ editar artigo]

Risco de nova pandemia causada por água contaminada com antibióticos e superbactérias é real, declara Pnuma

Risco de nova pandemia causada por água contaminada com antibióticos e superbactérias é real, declara Pnuma

 

O Programa  das Nações Unidas para o Meio Ambiente (PNUMA), anunciou, por meio da publicação do relatório Environmental Dimensions of Antimicrobial Resistance que há uma forte ameaça global para a ocorrência de uma nova pandemia causada por bactérias com alta resistência antimicrobiana.  

Segundo a publicação, um dos fatores de risco para esse problema é a contaminação de água com antibióticos e, consequentemente, favorecimento das condições propícias para a multiplicação desenfreada de patógenos resistentes a medicamentos.

De acordo com a agência  da ONU para Meio Ambiente, em 2015, a população já consumia  34,8 bilhões de antibióticos, por dia, em 2015 e 80% dos remédios foram descartados  incorretamente na natureza. Vale ressaltar que somente em 2019, 5 milhões de pessoas morreram após contrair infecções resistentes a antibióticos.

A pandemia de COVID-19, conhecida como uma das mais mortais dos últimos tempos, também nasceu de uma zoonose. Mesmo assim, pesquisadores alertam que as pessoas ainda não levam muito a sério a ameaça de doenças zoonóticas. 

Fatores de risco para uma nova pandemia

O relatório do PNUMA destacou cinco fatores de risco para a proliferação de agentes infecciosos. São eles:

• Precariedade no saneamento básico;

• Falta de estrutura nas redes de esgoto e águas residuais;

• Defecação a céu aberto, decorrente do uso excessivo de antibióticos em casos de diarreia;

• Presença de efluentes na fabricação de produtos farmacêuticos;

• Aumento dos resíduos gerados pelo processamento de animais.

Além disso, as mudanças climáticas, o desmatamento e a destruição ambiental potencializam a alta de temperaturas e isso é favorável para o surgimento de infecções resistentes a antimicrobianos.

Algo pode ser feito para evitar uma nova catástrofe?

É comprovado cientificamente que prevenir pandemias custa muito menos do que controlá-las. No relatório, especialistas no assunto recomendam o reforço de algumas medidas na tentativa de reduzir o risco de uma nova crise sanitária. São elas:

  1. Reforço das ações de  tratamento aprimorado de águas residuais;
  2. Uso direcionado de antibióticos para travar a ameaça global e prescrição somente quando houver necessidade;
  3. Reforço na melhoria de dados e monitoramento dos remédios antimicrobianos e a forma como eles são descartados;
  4. Criação de planos governamentais para limitar a liberação de antimicrobianos;
  5. Redução do uso de poluentes químicos e biológicos que afetam o meio ambiente, contribuindo para a ocorrência de eventos climáticos severos e aumento de lençóis freáticos.

Recentemente, cientistas da Fiocruz publicaram o 1º estudo genômico sobre a disseminação ambiental das bactérias Enterococcus faecim que são resistentes à vancomicina e aos antimicrobianos e alertam sobre como esse fenômeno é uma ameaça à saúde mundial. Fica a dica!

O que você acha sobre o assunto? Deixe seu comentário e, se possível, sua contribuição!

Artigos relacionados

• Como consumismo, escassez, desigualdade e falta de saneamento básico impactam a saúde?

9 passos para encerrar a COVID-19 e prevenir a próxima pandemia

Referências

1.United Nations Environment Programme (2022). Environmental Dimensions of Antimicrobial Resistance: Summary for Policymakers. Disponível em: https://wedocs.unep.org/bitstream/handle/20.500.11822/38373/antimicrobial_R.pdf. Acesso em 11 de abril de 2022.

2. ONU NEWS. Nova pandemia pode ser causada por superbactérias em águas sem tratamento, alerta Pnuma. Disponível em: https://news.un.org/pt/story/2022/04/1785622. Acesso em 11 de abril de 2022.

 

Saúde News

Academia Médica
O que a faculdade esquece de falar!
O que a faculdade esquece de falar! Seguir

Página da redação da Academia Médica para divulgar atualizações pertinentes aos médicos, acadêmicos de medicina e profissionais de saúde.

Ler conteúdo completo
Indicados para você