[ editar artigo]

Cãoterapia pode reduzir a dor e a ansiedade dos pacientes de emergência

Cãoterapia pode reduzir a dor e a ansiedade dos pacientes de emergência

 

O que você vai encontrar neste artigo:

  • Longas esperas e estressores ambientais comuns no pronto-socorro podem aumentar a percepção de dor nos pacientes;
  • Uma breve visita de um cão de terapia pode reduzir a ansiedade e melhorar a sensação de bem-estar;
  • Mais da metade de todos os pacientes de emergência que receberam uma  visita de um cão de terapia relataram redução na dor.

 

Cães de terapia são frequentemente utilizados em escolas, prisões e asilos para ajudar a melhorar diversos aspectos da saúde humana. Agora, um novo estudo publicado no periódico PLOS ONE mostra que ter esses companheiros na sala de emergência pode trazer benefícios para o bem-estar dos pacientes. 

O ambiente de pronto-socorro é muitas vezes um contribuinte para a dor dos pacientes que lá se encontram, pois há uma série de estressores ambientais comuns na sala emergência como a iluminação constante e altos níveis de ruído. Alguns estudos até sugerem que essas características podem retardar o processo de recuperação e prolongar os sintomas de dor de um paciente. Longos tempos de espera podem também aumentar a percepção da dor. 

Uma equipe de pesquisadores canadenses da Universidade de Saskatchewan realizou um ensaio clínico comparando dois grupos: no primeiro, 101 pacientes receberam uma visita de 10 minutos com um cão de terapia; no grupo controle estavam 97 pacientes. Três participantes do grupo controle foram excluídos da análise final porque não conseguiram completar as medidas devido ao atendimento hospitalar ser sua prioridade e 11 participantes do grupo intervenção foram excluídos. Os autores do estudo randomizaram os dias em que as equipes de cães de terapia visitaram o hospital e os outros dias serviram como controle. 

Os pacientes que receberam a visita canina foram solicitados a avaliar sua dor, ansiedade, depressão e bem-estar geral em uma escala de 11 pontos antes, imediatamente e 20 minutos após a visita. Os pesquisadores coletaram também dados dos mesmos parâmetros no grupo controle duas vezes, com um intervalo de 30 minutos entre elas. Também foram aferidas as pressões arteriais de todos os pacientes, bem como suas frequências cardíacas.

Após a visita de 10 minutos, 43% dos pacientes disseram sentir menos dor. Quase metade (48%) dos pacientes experimentaram uma redução na ansiedade, ao passo que quarenta e seis por cento dos pacientes relataram estar menos deprimidos e 41 por cento melhoraram o bem-estar, de acordo com o estudo. Os pacientes que não tiveram contato com os animais não relataram qualquer alteração nesses sintomas. No entanto, não houve alteração estatisticamente significativa nas alterações de pressão arterial ou frequência cardíaca.

 

Os pesquisadores concluem que a diminuição da dor dos pacientes que se encontram em uma situação de pronto-socorro é um importante objetivo de saúde, visto que este é o principal motivo que leva ao retorno do paciente à emergência. Eles afirmam que as alterações significativas na dor, bem como na ansiedade, depressão e bem-estar na intervenção com cães de terapia em comparação com o grupo controle são uma importante contribuição para a literatura e para futuras pesquisas e práticas neste âmbito.

 

Artigos relacionados:

Referências:

Carey B, Dell CA, Stempien J, Tupper S, Rohr B, Carr E, Cruz M, Acoose S, Butt P, Broberg L, Collard L, Fele-Slaferek L, Fornssler C, Goodridge D, Gunderson J, McKenzie H, Rubin J, Shand J, Smith J, Trask J, Ukrainetz K, Meier S. Outcomes of a controlled trial with visiting therapy dog teams on pain in adults in an emergency department. PLoS One. 2022 Mar 9;17(3):e0262599. doi: 10.1371/journal.pone.0262599. PMID: 35263346; PMCID: PMC9064456. Disponível em https://journals.plos.org/plosone/article?id=10.1371/journal.pone.0262599

Academia Médica
O que a faculdade esquece de falar!
O que a faculdade esquece de falar! Seguir

Página da redação da Academia Médica para divulgar atualizações pertinentes aos médicos, acadêmicos de medicina e profissionais de saúde.

Ler conteúdo completo
Indicados para você