Academia Médica
Academia Médica
Você procura por
  • em Publicações
  • em Grupos
  • em Usuários
VOLTAR

Estudo revela eficácia de anticorpos IgG na prevenção da transmissão de HIV em camundongos

Estudo revela eficácia de anticorpos IgG na prevenção da transmissão de HIV em camundongos
Academia Médica
ago. 29 - 2 min de leitura
000

Pesquisadores da Massachusetts Institute of Technology (MIT) e de Harvard uniram-se para estudar como uma subclasse de anticorpos anti-HIV protege o corpo contra infecções. Essa pesquisa poderá ser usada futuramente para tratar ou prevenir a transmissão do HIV com terapias baseadas em anticorpos.

O estudo, que foi publicado na Science Translational Medicine, revela que a subclasse de anticorpos IgG atinge regiões conservadas da proteína do envelope do HIV. Segundo os pesquisadores, os anticorpos neutralizantes do HIV são capazes de bloquear a entrada viral e conduzir respostas imunes inatas contra células infectadas.

Para investigar a eficácia de subclasses individuais de IgG durante a prevenção da transmissão vaginal do HIV, os autores utilizaram a imunoprofilaxia vetorial em camundongos. Como resultado da série de experimentos, os pesquisadores descobriram que a subclasse de anticorpos IgG2 era muito menos eficaz na prevenção da transmissão do que as outras subclasses.

Entretanto, segundo os autores, a subclasse IgG1 pode prevenir a transmissão mesmo em baixas concentrações, indicando que essa classe de anticorpos pode ser importante para fornecer proteção ampla, se projetada em uma terapêutica.

Os resultados da pesquisa sugerem que, para alguns anticorpos neutralizantes, a subclasse de IgG influencia consideravelmente na proteção contra o HIV.

Referência

Jacqueline M. Brady et al, Antibody-mediated prevention of vaginal HIV transmission is dictated by IgG subclass in humanized mice, Science Translational Medicine (2022) DOI: 10.1126/scitranslmed.abn9662

Leia também:

Homem de 66 anos entra em remissão do HIV após transplante de medula óssea. Caso é o 4º. no mundo

Grande número de usuários abandona profilaxia pré-exposição ao vírus HIV

Cabotegravir (PrEP) injetável será implementado no Brasil sob liderança da Fiocruz

Variante genética que aumenta o risco de COVID-19 grave, diminui a chance de contrair HIV

HIV: Mulheres africanas querem poder de escolha e acesso à saúde

Uma nova variante altamente virulenta do HIV-1 é descoberta na Europa




Denunciar publicação
    000

    Indicados para você