[ editar artigo]

Variante genética que aumenta o risco de COVID-19 grave, diminui a chance de contrair HIV

Variante genética que aumenta o risco de COVID-19 grave, diminui a chance de contrair HIV

Em 2020, um pesquisador da Alemanha e um da Suécia mostraram que herdamos o principal fator de risco genético para COVID-19 grave dos neandertais. Em 2021, a mesma dupla de pesquisadores estudou essa variante no DNA humano antigo e observou que sua frequência aumentou significativamente desde a última era glacial(1).

As variantes genéticas com as quais nascemos podem aumentar ou diminuir o risco de adoecer gravemente de doenças, como o COVID-19. A principal variante de risco genético para COVID-19 grave, herdada dos neandertais, é a mesma variante genética que reduz o risco de uma pessoa contrair o HIV em 27%(1). 

Localizada no cromossomo 3, a variante fica ao lado de vários genes que codificam receptores no sistema imunológico. Um desses receptores – CCR5 – é usado pelo vírus HIV para infectar glóbulos brancos (1). Os pesquisadores descobriram que as pessoas que carregavam a variante de fator de risco para COVID-19 tinham menos receptores CCR5. Ao analisar dados de pacientes de três grandes biobancos (FinnGen, UK Biobank e Michigan Genomic Initiative), eles descobriram que os portadores da variante de risco para COVID-19 tinham um risco 27% menor de contrair o HIV(1).

Os pesquisadores concluíram que provavelmente outra doença aumentou a frequência da variante há 10.000 anos atrás, uma vez que o HIV e a COVID-19 são doenças recentes (1). 

Artigos relacionados 

Bioterrorismo: quais agentes biológicos mais utilizados na história?

COVID-19 reduz cérebro no giro parahipocampal — área que afeta memória, além do córtex olfativo primário

Molnupivarir é indicado para tratamento da COVID-19, com exceções. Confira as diretrizes da OMS


Referência

  1. PNAS. The major genetic risk factor for severe COVID-19 is associated with protection against HIV. Fev 2022. Disponível em  https://doi.org/10.1073/pnas.2116435119. Acesso em março de 2022.

 

Academia Médica
O que a faculdade esquece de falar!
O que a faculdade esquece de falar! Seguir

Página da redação da Academia Médica para divulgar atualizações pertinentes aos médicos, acadêmicos de medicina e profissionais de saúde.

Ler conteúdo completo
Indicados para você