Academia Médica
Academia Médica
Você procura por
  • em Publicações
  • em Grupos
  • em Usuários
VOLTAR

Estudo sugere que monkeypox é transmitida principalmente antes do aparecimento de sintomas

Estudo sugere que monkeypox é transmitida principalmente antes do aparecimento de sintomas
Academia Médica
nov. 7 - 3 min de leitura
000


Pessoas contaminadas com a varíola dos macacos (monkeypox) podem transmitir o vírus até quatro dias antes do aparecimento dos sintomas, com mais da metade das transmissões ocorrendo potencialmente nesse período. Isto é o que afirma um estudo realizado no Reino Unido, com conclusões recém-publicadas no British Medical Journal.

Foram analisados, por pesquisadores da Agência de Segurança da Saúde do Reino Unido, dados de rastreamento de contatos de 2.746 pessoas que testaram positivo para varíola dos macacos entre os últimos meses de maio e agosto.

Segundo o estudo, após o paciente ser exposto ao vírus causador da varíola dos macacos, os sintomas levam, em média, oito dias para começar a aparecer. No geral, o período foi maior do que a duração do tempo entre um paciente caso primário (infectante) e um paciente caso secundário (infectado) apresentarem sintomas iniciais, o que é chamado de intervalo serial.

O fato do intervalo serial mediano ser menor do que o período de incubação do vírus indica uma transmissão pré-sintomática consideravelmente grande. Entre os participantes do estudo, 53% das transmissões ocorreram antes que os pacientes apresentassem qualquer sintoma. A transmissão foi detectada no máximo quatro dias antes do início dos sintomas, que incluem febre, dores musculares e lesões cutâneas.

Novos estudos ainda devem ser realizados para que as descobertas sejam confirmadas.

A varíola dos macacos começou a se espalhar para além dos países da África Ocidental, onde é endêmico, no último mês de maio. Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), ela já matou 36 pessoas, sendo registrados cerca de 77 mil casos em diversos países. Com oito falecimentos, o Brasil é opaís com o maior número de óbitos confirmados.

Referência:

Transmission dynamics of monkeypox in the United Kingdom: contact tracing study, The BMJ (2022). DOI: 10.1136/bmj-2022-073153

Leia também:

Planos de saúde devem cobrir teste para diagnóstico da varíola dos macacos

Relato de caso de miocardite associada à varíola dos macacos

Brasil recebe sementes de vírus vacinal para desenvolvimento de imunizante contra varíola dos macacos

Brasil registra primeiro caso de varíola dos macacos em animal doméstico

Notificação de casos confirmados de varíola dos macacos passa a ser obrigatória

Importação e uso de vacina e antiviral contra varíola dos macacos são aprovados pela Anvisa

Centros de reprodução assistida são orientados em relação à varíola dos macacos

Ministério da Saúde orienta equipes sobre atendimento primário a casos de monkeypox

OMS emite alerta sobre doações de sangue por pessoas infectadas pela varíola dos macacos

Pesquisadores acreditam que sêmen pode ser veículo para infecção por varíola dos macacos






Denunciar publicação
    000

    Indicados para você