[ editar artigo]

Experimento mostra ser possível potencializar o sistema imune de neonatos contra o HIV

Experimento mostra ser possível potencializar o sistema imune de neonatos contra o HIV

 

Um estudo conduzido na Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (FM-USP) demostrou ser possível estimular a resposta imune de recém-nascidos contra o vírus HIV. O experimento foi realizado em cultura de células e apresentado no Journal of Infectious Diseases, ampliando a possibilidade de novas intervenções terapêuticas para a proteção contra doenças infecciosas nesse período da vida.

Os recém-nascidos são mais suscetíveis a infecções patogênicas devido a características quantitativas e qualitativas em seu sistema imunológico. Embora melhorias nas estratégias de terapia anti-retroviral e a distribuição destes medicamentos contribuíram para a redução de transmissão vertical do HIV, recém-nascidos infectados desenvolvem alta viremia com rápida progressão a AIDS nos primeiros meses de vida e entre 10% e 15% vêm a óbito antes de completar 1 ano de idade. Há ainda outros fatores que contribuem para a imaturidade da resposta imune adaptativa nos recém-nascidos, como, por exemplo, a falta de um microambiente para a interação entre as células T e as células B.

No experimento, os pesquisadores estimularam a resposta inata em células de cordão umbilical de bebês cujas mães não tinham HIV por meio de um composto sintético denominado CL097, um agonista de IFN-1. Em seguida, a equipe incubou o vírus nas células in vitro. A substância se mostrou eficiente em promover respostas antiviral e inflamatória, inibindo a replicação do HIV nas células do cordão umbilical.

De acordo com os pesquisadores, a estratégia de aprimoramento das vias de defesa pode ser aplicada também no caso de outras infecções virais, bem como para melhorar a eficácia das vacinas em neonatos. Os testes foram realizados com o HIV, mas é muito provável que isso ocorra de forma semelhante com outras doenças virais ou bacterianas, e os pesquisadores acreditam que estes compostos possam auxiliar a ativação da resposta imunológica de bebês no futuro. 

 

Referências:

Pietrobon AJ, Yoshikawa FSY, Oliveira LM, Pereira NZ, Matozo T, de Alencar BC, Duarte AJS, Sato MN. Antiviral Response Induced by TLR7/TLR8 Activation Inhibits HIV-1 Infection in Cord Blood Macrophages. J Infect Dis. 2021 Aug 6:jiab389. doi: 10.1093/infdis/jiab389. Epub ahead of print. PMID: 34355765.

 

Artigos relacionados:

Academia Médica
O que a faculdade esquece de falar!
O que a faculdade esquece de falar! Seguir

Página da redação da Academia Médica para divulgar atualizações pertinentes aos médicos, acadêmicos de medicina e profissionais de saúde.

Ler conteúdo completo
Indicados para você