Academia Médica
Academia Médica
Você procura por
  • em Publicações
  • em Grupos
  • em Usuários
VOLTAR

Lista de boicote a médicos que teriam se posicionado politicamente circula em PE. Cremepe emite nota de repúdio

Lista de boicote a médicos que teriam se posicionado politicamente circula em PE. Cremepe emite nota de repúdio
Academia Médica
nov. 7 - 3 min de leitura
000

Profissionais de saúde de Pernambuco denunciaram ao Conselho Regional de Medicina do Estado (Cremepe-PE) a inclusão de seus nomes em uma lista, denominada “Médicos Petistas”, criada com o intuito de boicotar médicos que teriam demonstrado apoio a candidato do Partido dos Trabalhadores (PT), Luiz Inácio Lula da Silva, para presidente da República.

A lista teria começado a circular em redes sociais ao longo da última semana. Algumas versões dela contêm o nome de cerca de trezentos profissionais, além das especialidades de cada um deles.  

Em seu site, na última sexta-feira (04), o Cremepe-PE publicou uma nota de repúdio ao ato, definindo a lista como constrangedora, intimidatória e discriminatória aos profissionais que foram citados. Além disso, informou que irá denunciar o caso à polícia e também ao Ministério Público de Pernambuco (MPPE) para que ocorra investigação.   

Confira a nota do Cremepe:

“O CREMEPE no uso de suas atribuições, vem a público, reafirmar seu compromisso histórico com a ética, democracia e defesa dos médicos e da sociedade. Chegou ao conhecimento desse egrégio Conselho, texto divulgado em redes sociais de lista com nomes de profissionais e especialidades intitulada “MÉDICOS PETISTAS”. Tal lista tem caráter constrangedor, intimidatório e discriminatório do exercício profissional aos referidos médicos. Ressaltamos o descrito no Código de Ética Médica nos seus princípios fundamentais, que ‘A medicina é uma profissão à serviço da coletividade e será exercida sem discriminação de nenhuma natureza’, bem como o item I do capítulo II, que ‘É direito do médico exercer a medicina sem ser discriminado por questões de religião, etnia, cor, sexo, orientação sexual, nacionalidade, idade, condição social, opinião política, deficiência ou de qualquer outra natureza’. O CREMEPE repudia veementemente a referida lista apócrifa nestes meios de comunicação, por entender que se trata de afronta grave ao livre exercício profissional. Esse tipo de divulgação compromete a medicina e os médicos pernambucanos, com consequências diretas deletérias à sociedade. Todo o material coletado será enviado por esta autarquia para apreciação do Ministério Público Estadual e demais autoridades competentes para que a identificação dos responsáveis, seus autores e disseminadores sejam realizadas e que medidas cabíveis sejam efetivadas. Os médicos e médicas pernambucanos têm demonstrado ao longo de sua história e especialmente durante o combate à pandemia, dedicação e compromisso aos milhares de pacientes atendidos nas diversas unidades hospitalares de nosso Estado. O CREMEPE não hesitará em defender a boa prática médica, o livre exercício profissional, alicerçando suas condutas sempre pautadas na defesa da ética profissional, entendendo que o respeito às leis e à democracia são pedras angulares para o Estado brasileiro.”

Leia também:

Abuso em hospitais e ambientes de saúde

Ômicron BQ.1 é registrada no Rio de Janeiro. Subvariante pode ser responsável pelo aumento de casos de Covid-19

Esperança de tratamento! Vacina desenvolvida nos EUA gera resposta segura contra o câncer de mama

Britânico testa positivo para Covid-19 por 411 dias consecutivos. Cientistas anunciam que paciente está curado

Grey's Anatomy e a sexualização da saúde

Testes com cotonetes nasais em crianças com VSR podem indicar tempo de internamento





Denunciar publicação
    000

    Indicados para você