[ editar artigo]

O impacto negativo na saúde mental de mulheres e jovens durante e após o isolamento da COVID-19

O impacto negativo na saúde mental de mulheres e jovens durante e após o isolamento da COVID-19

O estudo realizado por pesquisadores da Universidade de Swansea no País de Gales e publicado em 15 de fevereiro de 2022 pela revista Advances in Mental Health comparou as experiências vivenciadas durante a primeira e segunda ondas de lockdown devido à COVID-19. Como resultado, os cientistas encontraram que os níveis de bem-estar  entre os dois períodos caíram significativamente, e jovens entre 16 e 24 anos e pessoas que vivem em áreas carentes foram as mais afetadas.

Segundo o estudo, na segunda onda, cerca de 40,4% dos participantes tiveram níveis clinicamente significativos de sofrimento psicológico, o que equivale a  um aumento de 9,8% em relação ao primeiro lockdown. Além disso, uma saúde mais precária foi encontrada em mulheres, adultos jovens e pessoas que vivem em áreas carentes. Entre os jovens de 16 a 24 anos foi encontrada maior redução na saúde mental durante o período analisado.

O resultado demonstrou que os níveis de bem-estar foram mais baixos no segundo isolamento em comparação com o primeiro, que já eram baixos em comparação com os dados pré-pandemia de 2019. Para os pesquisadores, esses resultados sugerem que a presença de um segundo período de confinamento pode ser responsável pelas atuais descobertas de um declínio na saúde mental.

Por fim, embora seja necessário haver mais pesquisas para entender os elementos causais, a descoberta de que indivíduos mais jovens continuam sendo mais afetados pela pandemia deve ser considerada pelos responsáveis ​​​​pelo planejamento de apoio ao bem-estar das comunidades durante e após a pandemia e seus isolamentos.

Artigos relacionados

Estudo demonstra que SARS-CoV-2 pode permanecer no organismo por tempo superior ao recomendado para isolamento

 

O que há de mais recente sobre isolamento em caso de COVID-19?

 

Como a pandemia de COVID-19 nos envelheceu mais rapidamente

Referência 

James RP Knowles et al, Bem-estar mental e sofrimento psicológico no Reino Unido durante a pandemia de COVID-19: uma comparação ao longo do tempo, Avanços na Saúde Mental (2022). DOI: 10.1080/18387357.2022.2039072

Academia Médica
O que a faculdade esquece de falar!
O que a faculdade esquece de falar! Seguir

Página da redação da Academia Médica para divulgar atualizações pertinentes aos médicos, acadêmicos de medicina e profissionais de saúde.

Ler conteúdo completo
Indicados para você