[ editar artigo]

Qual foi o custo financeiro para as seguradoras das prescrições de ivermectina para COVID-19?

Qual foi o custo financeiro para as seguradoras das prescrições de ivermectina para COVID-19?

 

As prescrições do medicamento ivermectina aumentaram nos EUA em dezembro de 2020, embora as evidências sugiram que a ivermectina seja ineficaz para o tratamento da COVID-19. Neste sentido, um grupo de pesquisadores da Universidade de Michigan buscou avaliar os gastos desnecessários estimados das seguradoras de saúde estadunidenses com essas prescrições utilizando dados de 1º de dezembro de 2020 a 31 de março de 2021. Os resultados foram publicados no dia 13 de janeiro de 2022 no periódico JAMA.

Os autores realizaram uma análise transversal do banco de dados IQVIA PharMetrics Plus for Academics. Durante o período do estudo, o banco de dados incluiu uma amostra de conveniência de 5 milhões de pacientes com seguro privado e 1,2 milhão com Medicare Advantage nos EUA. 

Foram identificadas prescrições de ivermectina oral dispensadas durante o período do estudo, excluindo aquelas para pacientes que não tinham registro contínuo ou tinham um código de diagnóstico para uma infecção parasitária durante os 7 dias anteriores à prescrição. Dessa forma, os pesquisadores assumiram que as prescrições restantes eram para COVID-19. Essa abordagem maximizou a sensibilidade porque capturou prescrições escritas durante visitas em que a COVID-19 não foi identificada e durante visitas não faturadas ao seguro.

Para avaliar a magnitude potencial dos gastos das seguradoras dos EUA com prescrições de ivermectina para COVID-19, os pesquisadores estimaram os gastos dos planos privados e do Medicare com essas prescrições durante a semana de 13 de agosto de 2021, a semana mais recente para a qual dados de dispensação estavam disponíveis. Presumiram, também, que todas as 88.000 prescrições de ivermectina dispensadas naquela semana eram para COVID-19, com exceção de 3.600, o total médio de dispensação semanal nos 12 meses anteriores à pandemia.

Das 5.939 prescrições de ivermectina, 348 (5,9%) foram excluídas. Das 5.591 prescrições restantes, 4.700 (84,1%) foram para pacientes de convênios privados. A média de idade dos pacientes foi de 51,8 anos (DP, 15,7 anos).

Entre as prescrições de ivermectina, o gasto médio (SD) do próprio bolso foi de US$ 22,48 (US$ 24,78) para pacientes com seguro privado e US$ 13,78 (US$ 26,24) para pacientes do Medicare Advantage; o reembolso médio da seguradora foi de $ 35,75 ($ 50,63) e $ 39,13 ($ 40,18), respectivamente; e o gasto total médio foi de $ 58,23 ($ 51,47) e $ 52,91 ($ 42,47), respectivamente. O gasto total agregado foi de US$ 273.681,00 para pacientes com seguro privado e US$ 47.142,81 para pacientes do Medicare Advantage, dos quais o reembolso da seguradora representou 61,4% e 74,0%, respectivamente.

Na semana de 13 de agosto de 2021, os planos privado e Medicare pagaram cerca de US$ 1.568.996,00 (43.888 × US$ 35,75) e US$ 924.720,16 (23.632 × US$ 39,13) por prescrições de ivermectina para COVID-19. O total semanal de US$ 2.493.716,16 foi extrapolado para US$ 129.673.240,30 por ano.

De acordo com os autores do estudo, os resultados sugerem que as seguradoras subsidiaram fortemente os custos das prescrições de ivermectina para COVID-19, embora a teoria econômica sustente que as seguradoras não devem cobrir cuidados ineficazes. Os gastos desnecessários das seguradoras com essas prescrições, estimados em US$ 2,5 milhões na semana de 13 de agosto de 2021, extrapolariam para US$ 129,7 milhões anualmente. Por perspectiva, esse total excede os gastos anuais estimados do Medicare em imagens desnecessárias para dor lombar, um serviço de baixo valor que recebeu muita atenção. 

A verdadeira quantidade de desperdício pode ser ainda maior porque as estimativas não incluíram os gastos do Medicaid. Além disso, ao reduzir as barreiras a um medicamento que alguns indivíduos usam como substituto da vacinação contra a COVID-19 ou outros cuidados baseados em evidências, a cobertura do seguro pode aumentar os gastos com complicações da COVID-19, sugerem os pesquisadores.

 

Referências:

Chua K, Conti RM, Becker NV. US Insurer Spending on Ivermectin Prescriptions for COVID-19. JAMA. Published online January 13, 2022. doi:10.1001/jama.2021.24352 . Disponível em https://jamanetwork.com/journals/jama/fullarticle/2788253

 

Artigos relacionados:

Academia Médica
O que a faculdade esquece de falar!
O que a faculdade esquece de falar! Seguir

Página da redação da Academia Médica para divulgar atualizações pertinentes aos médicos, acadêmicos de medicina e profissionais de saúde.

Ler conteúdo completo
Indicados para você