[ editar artigo]

Relação entre radioterapia no tratamento de câncer de mama e doença arterial coronariana

Relação entre radioterapia no tratamento de câncer de mama e doença arterial coronariana

Mulheres com câncer de mama do lado esquerdo submetidas à radioterapia entre 1985 e 2008 tiveram mais do dobro do risco de doença arterial coronariana (DAC) subsequente em comparação com mulheres com câncer de mama do lado direito com até 27,5 anos de acompanhamento, de acordo com um estudo publicado 21 de setembro na revista JACC: CardioOncology.

Lauren E. Carlson e colaboradores avaliaram dados de pacientes participantes do Estudo de Epidemiologia de Radiação e Câncer Ambiental da Mulher (WECARE) para avaliar o risco de DAC em sobreviventes do câncer de mama. Depois de excluir as mulheres que não receberam radioterapia ou que tiveram um diagnóstico de doença cardiovascular preexistente, 972 mulheres foram elegíveis para análise. Todas as participantes haviam sido diagnosticadas com câncer de mama entre 1985 e 2008, tinham menos de 55 anos e preencheram um questionário de saúde cardiovascular. O tempo médio de acompanhamento foi de 14 anos.

Os resultados do estudo mostraram que as participantes tiveram igual sobrevida livre de eventos de DAC por cinco anos, independentemente da lateralidade do câncer de mama. Mulheres tratadas com radioterapia do lado esquerdo tiveram uma porção menor de sobrevida livre de eventos para DAC em cada marca de cinco anos subsequente. Ao todo, 46 ​​participantes relataram um diagnóstico de DAC com 91% dos diagnósticos ocorrendo mais de cinco anos após a terapia de radiação. Apenas 9% dos diagnósticos de DAC foram relatados nos primeiros cinco anos de acompanhamento, demonstrando a necessidade de acompanhamento de longo prazo em sobreviventes de câncer de mama mais jovens, de acordo com os pesquisadores.

No estudo com até 27,5 anos de acompanhamento, a incidência geral de DAC para mulheres que receberam radioterapia do lado esquerdo foi de 10,5% em comparação com 5,8% para mulheres que se submeteram à radioterapia do lado direito. Para as mulheres diagnosticadas entre as idades de 25-39 anos, aquelas que receberam radioterapia do lado esquerdo tiveram uma incidência de 5,9% de DAC, enquanto aquelas que receberam radioterapia do lado direito não relataram DAC. Mulheres que foram diagnosticadas entre as idades de 40-54 anos experimentaram uma incidência de 18,7% de DAC após serem submetidas à radioterapia do lado esquerdo e 6,8% após serem submetidas à radioterapia do lado direito.

Ao avaliar a presença ou ausência de dois ou mais fatores de risco cardiovascular, como aumento do índice de massa corporal, tabagismo, hipertensão ou colesterol alto, os pesquisadores observaram pouca evidência para diferenças na associação entre radioterapia do lado esquerdo e DAC.

De acordo com os autores da pesquisa, é importante que os médicos que cuidam de pacientes mais jovens com câncer de mama comuniquem a importância da radioterapia para esse tipo de câncer e, ao mesmo tempo, expliquem a necessidade de atenção de longo prazo para o risco de doenças cardíacas, particularmente para mulheres recebendo radioterapia do lado esquerdo.

A radioterapia é uma parte indispensável do tratamento do câncer de mama, e a boa notícia para as pacientes com câncer de mama é que as técnicas modernas e o planejamento de tratamento computadorizado reduziram a quantidade de radiação que chega ao coração, reduzindo assim o risco de desenvolver doenças cardíacas.

 

Referências:

Lauren E. Carlson, Gordon P. Watt, Emily S. Tonorezos, Eric J. Chow, Anthony F. Yu, Meghan Woods, Charles F. Lynch, Esther M. John, Lene Mellemkjӕr, Jennifer D. Brooks, Julia A. Knight, Anne S. Reiner, Xiaolin Liang, Susan A. Smith, Leslie Bernstein, Lawrence T. Dauer, Laura I. Cerviño, Rebecca M. Howell, Roy E. Shore, John D. Boice, Jonine L. Bernstein, Jonine L. Bernstein, Marinela Capanu, Irene Orlow, Mark Robson, Jørgen H. Olsen, Kathleen E. Malone, Marilyn Stovall, Kristina Blackmore, Irene Harris, Rikke Langballe, Cecilia O’Brien, Rita Weathers, Michele West, Lisa Hunter, Judy Goldstein, Elaine Ramos,
Coronary Artery Disease in Young Women After Radiation Therapy for Breast Cancer: The WECARE Study, JACC: CardioOncology, Volume 3, Issue 3, 2021,
Pages 381-392, ISSN 2666-0873, https://doi.org/10.1016/j.jaccao.2021.07.008.

 

Artigos relacionados:

 

Academia Médica
O que a faculdade esquece de falar!
O que a faculdade esquece de falar! Seguir

Página da redação da Academia Médica para divulgar atualizações pertinentes aos médicos, acadêmicos de medicina e profissionais de saúde.

Ler conteúdo completo
Indicados para você