[ editar artigo]

Dormir mais pode te fazer ingerir menos calorias!

Dormir mais pode te fazer ingerir menos calorias!

 

A extensão do sono em apenas uma hora por noite leva a uma redução na ingestão de energia, medida que pode fazer parte de um programa de perda de peso ou prevenção da obesidade. Essa é a conclusão de um estudo realizado por pesquisadores do Departamento de Medicina da Universidade de Chicago, nos EUA.

A obesidade é uma grande preocupação de saúde pública, sendo que, em 2017-2018, a prevalência de obesidade ajustada por idade em adultos foi de 42,4%, sem diferenças significativas entre os sexos. O aumento nos níveis de obesidade foi impulsionado nas últimas três décadas por um aumento substancial na ingestão total de energia e evidências sugerem que a curta duração do sono aumentou significativamente o risco de obesidade. 

Os autores desta análise acrescentaram que, em comparação com uma duração de sono de 7 horas por dia, o risco de obesidade aumenta em 9% para cada hora de redução na duração do sono. Além disso, a curta duração do sono parece ser independentemente associada ao ganho de peso e a restrição do sono resulta em um aumento significativo da fome subjetiva e, em particular, restringir o sono a uma duração ≤ 5,5 horas/dia  aumenta a ingestão diária de calorias.

No presente estudo, a equipe norte-americana procurou determinar se uma intervenção de extensão do sono em adultos com excesso de peso, de 21 a 40 anos, que habitualmente alcançavam menos de 6,5 horas de sono por noite, poderia impactar positivamente no equilíbrio energético e no peso corporal. Esses indivíduos foram inicialmente selecionados por duas semanas para determinar seus hábitos de sono e, em seguida, randomizados para um grupo de extensão da duração de sono de duas semanas, que envolveu uma sessão individualizada de aconselhamento sobre higiene do sono, projetada para estender seu tempo de sono para 8,5 horas/noite, ao passo que outro grupo continuou o sono habitual (grupo controle) pelo mesmo período.

Os padrões de sono-vigília dos indivíduos foram monitorados continuamente em casa usando um actígrafo de pulso durante um período de 4 semanas. O gasto energético total foi medido com água duplamente marcada e a cada duas semanas a mudança nos estoques de energia foi estimada a partir de medidas diárias de pesos domésticos e mudanças na composição corporal. O desfecho primário foi a mudança na ingestão de energia desde a linha de base.

Um total de 80 indivíduos com idade média de 29,8 anos (51,3% do sexo masculino) foram randomizados para os grupos de extensão do sono ou controle. Entre aqueles atribuídos ao braço de extensão do sono, o gasto de energia diminuiu significativamente em comparação com o grupo controle (-270,4 kcal/dia, IC 95% -393,4 a -147,4, p <0,001). Além disso, houve um aumento significativamente diferente da ingestão de energia da linha de base no grupo controle (114,9 kcal/dia).

Entre os do grupo de extensão do sono, a duração do sono aumentou aproximadamente 1,2 horas/noite (IC 95% 1 a 1,4 horas, p < 0,01). Ao comparar os dois grupos, para cada aumento de 1 hora na duração do sono, houve uma diminuição associada na ingestão energética de aproximadamente 162 kcal/dia. Curiosamente, o grupo de extensão do sono experimentou uma diminuição média no peso de -0,87 kg (IC 95% -1,29 a -0,35, p = 0,001) em comparação com um aumento de peso no grupo controlado de 0,39 kg.

Os autores concluíram que a extensão do sono reduziu a ingestão de energia e sugeriram que melhorar e manter a duração do sono saudável a longo prazo poderia fazer parte de um programa de prevenção da obesidade ou perda de peso.

“As descobertas destacaram a importância de melhorar e manter a duração adequada do sono como uma meta de saúde pública para a prevenção da obesidade e aumentar a conscientização sobre os benefícios da duração adequada do sono para a manutenção do peso saudável”, escreveu a equipe.

 

Artigos relacionados:

Referências:

Tasali E, Wroblewski K, Kahn E, Kilkus J, Schoeller DA. Effect of Sleep Extension on Objectively Assessed Energy Intake Among Adults With Overweight in Real-life Settings: A Randomized Clinical Trial. JAMA Intern Med. Published online February 07, 2022. doi:10.1001/jamainternmed.2021.8098. Disponível em https://jamanetwork.com/journals/jamainternalmedicine/fullarticle/2788694

Academia Médica
O que a faculdade esquece de falar!
O que a faculdade esquece de falar! Seguir

Página da redação da Academia Médica para divulgar atualizações pertinentes aos médicos, acadêmicos de medicina e profissionais de saúde.

Ler conteúdo completo
Indicados para você